Ricardo acusa oposição de boicotar empréstimos

O governador Ricardo Coutinho (PSB) voltou a alfinetar a oposição durante agenda no município de Araçagi onde assinou ordem de serviço autorizando a implantação do sistema de abastecimento de água, que vai atender os distritos de Santa Lúcia e Tainha. O socialista acusou seus adversários de impedir a liberação de empréstimos ao estado para prejudicar o governo, mas avisou que pretende derrotá-los novamente nas urnas em outubro.

“Nosso governo é perseguido porque mesmo tendo capacidade de contrair empréstimos, o governo federal não permite porque tem político da Paraíba que sentou em cima e para prejudicar o governador, impõe sacrifícios ao povo. São esses políticos que eu quero mais uma vez derrotar em 2018”, declarou.

Para o governador, a oposição trabalha para retomar o projeto de apadrinhamento na Paraíba.

“Eles tiveram toda a história e tempo do mundo para governar, mas governaram para eles e não para o povo. A pergunta é: O povo quer ir para onde? Quer ir para a frente, quer continuar avançando ou quer retroceder para uma época do familismo? Eu não tenho a menor dúvida de que a lógica é de que esse estado continue a manter o nível de desenvolvimento e olhar para os mais esquecidos”, disse.

Ricardo Coutinho ainda destacou os números do Atlas da Violência 2018 que atestaram redução na taxa de homicídios na Paraíba entre 2011 e 2016.

“Eles cometeram o crime de lesa-pátria ao abandonar completamente a segurança pública e coube a este governo, que eu tenho a honra de representar, encarar esse desafio e começar a trabalhar diuturnamente para reduzir. Nós somos o único estado do Brasil, que entre 2012 e 2017, estamos continuando em 2018, diminuiu ano após ano”, concluiu.

Redação