Casal de pinguins gays incuba ovo em aquário de Sydney

Dois pinguins machos que construíram um ninho juntos no aquário Sea Life, em Sydney, estão agora cuidando de um ovo que receberam de funcionários que suspeitaram que eles eram mais do que amigos.

Os pinguins-gentoo, Magic e Sphen, criaram um vínculo antes da temporada de reprodução de 2018 e passaram a reunir pedrinhas de gelo para formar um ninho, noticiou a emissora estatal ABC.

Em seguida, funcionários do aquário deram um ovo de mentira ao par que, após demonstrar grande capacidade de cuidado, ganhou um ovo de verdade, segundo a ABC.

“Nós íamos até lá e Magic e Sphen estavam se curvando um para o outro”, disse Tish Hannan, supervisora do departamento de pinguins do aquário, à emissora.

Após receberem o ovo de mentira, acrescentou Tish, “eles souberam imediatamente o que era e começaram a incubá-lo”.

Os pinguins-gentoo dividem igualmente as tarefas de criar e alimentar filhotes, por isso existem poucas diferenças entre a criação por casais compostos por animais de sexos opostos ou do mesmo sexo, disse Tish. Esse exemplo não é o primeiro em zoológicos pelo mundo.

O Sea Life não respondeu a pedido de comentário feito por email fora do horário comercial.

Um livro infantil, “And Tango Makes Three”, baseado na história real de dois pinguins do Zoológico do Central Park de Nova York que criaram seu próprio filhote, foi elogiado por muitos por retratar estruturas familiares não-tradicionais.

Yahoo