Paraíba será palco do 10º Fórum Internacional de Resíduos Sólidos

O Estado da Paraíba, estará realizado em 2019, o 10 Fórum Internacional de Resíduos Sólidos – FIRS, no período de 12 a 14 de Junho, na capital. A vinda para Paraíba deu-se pela ação da Universidade Federal da Paraíba, através do Prof. Orlando Villar e do Economista Tarcísio Valério da Costa, da Pró-reitora de Extensão e Assuntos Comunitários, com aprovação do comitê gestor do evento, coordenada pela Profa. Arlinda Cezar Matos do Instituto Venturi Para Estudos Ambientais.

O Instituto Venturi Para Estudos Ambientais é uma organização sem fins econômicos que visa apontar soluções economicamente viáveis em questões socioambientais para empresas, governos e comunidades locais, com sua sede em Porto Alegre.

A disposição inadequada dos resíduos sólidos, sem nenhum controle, provoca a contaminação do ar, do solo, das águas superficiais e subterrâneas, a criação de focos de organismos patogênicos, vetores de transmissão de doenças, com sérios impactos à saúde pública. Os lixões atraem insetos (vetores), animais em geral que, podem disseminar, direta ou indiretamente, várias doenças, que vem prejudicar a saúde de população, como dengue, cólera, febre tifóide, leptospirose, dentre outras doenças, com leptospirose, febre bubônica, cóleras, febre amarela, dengue, malária, dentre outras. Além de contar a presença de catadores que tiram do lixo seus sustentos e de suas famílias, sem nenhuma condição de trabalho adequado e apoio do poder público.

O FIRS é o evento técnico e científico mais importante do Brasil no tema resíduos sólidos, apresentando uma visão ampla do assunto que abrange desde estudos acadêmicos até a visão governamental e empresarial, com o propósito de difundir e aprofundar conhecimentos que abordem as causas da existência dos resíduos sólidos, provocando uma reflexão, que leve a uma consciência das suas consequências para a relação sociedade-natureza, histórica e socialmente construída, dentro do que apregoa a Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei nº 12.305/2010).

Conta com a visão qualificada dos professores e pesquisadores da Universidade de Brasília (UnB), da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) e, agora da Universidade Federal da Paraíba, além da Secretaria de Infraestrutura, Recursos Hídricos, do Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia do Governo do Estado e UNIPÊ – Centro Universitário de João Pessoa, na construção de parcerias do evento.

Assessoria