Santos já tem seu novo comandante.

Nesta quinta-feira, depois de uma série de dicas nas redes sociais, a equipe alvinegra anunciou ter um pré-acordo com Jorge Sampaoli para comandar o clube na próxima temporada. O clube anunciou que o treinador aceitou a proposta, restando apenas o acerto dos últimos detalhes e a assinatura do contrato, que deve acontecer no final de semana.

O “aceite” dá uma garantia ao Santos para ter o treinador na próxima temporada. Caso o contrário uma multa deve ser aplicada no treinador.

O projeto santista, segundo as palavras de um dos membros da comissão técnica de Sampaoli, “seduziu” o treinador, que tinha uma proposta do Atlanta United, da MLS, para comandar a equipe em 2019. Esta será a primeira oportunidade de Sampaoli no futebol brasileiro.

O último trabalho do treinador de 58 anos foi com a seleção da Argentina, na tumultuada disputa da Copa do Mundo da Rússia. Depois do Mundial o treinador foi demitido e estava parado. Antes disso ele comandava um trabalho destacado no Sevilla, da Espanha, e também conta com o título da Copa América de 2015 com o Chile.

Sampaoli receberia um salário alto para a realidade do Brasil, perto de R$ 1 milhão, mas teria aceitado diminuir para comandar o Santos. O Atlanta ofereceu cifras maiores, porém, a preferência foi pela Vila Belmiro.

Antes de Sampaoli, o Santos tentou ter Abel Braga como o substituto de Cuca, mas o treinador acertou com o Flamengo.