Neymar já teria acordo para deixar PSG, e presidente do Barça consulta elenco sobre volta

A possível volta de Neymar ao Barcelona esquentou a imprensa espanhola. Depois de o jornal Mundo Deportivo dizer que o brasileiro estaria se oferecendo para saber o que precisaria fazer para voltar o clube, outros veículos de jornalismo do país repercutiram e avançaram no caso.

Segundo a rádio Cadena Ser, Neymar já teria um acordo com Nasser Al-Khelaifi, presidente do PSG, para deixar o clube no fim da atual temporada por um preço muito parecido com o que custou quando foi contratado: 220 milhões de euros (R$ 934 mi).

O acordo faria que com que o valor caísse ainda mais se ele ficar mais uma temporada e sair só no meio de 2020: 200 milhões de euros (R$ 736 mi).

A mesma emissora chegou a dizer que Neymar quase chorou a um dirigente do Barcelona para que pudesse voltar ao clube na última janela de transferências – algo que não aconteceu.

Enquanto isso, outra rádio da Catalunha trouxe as repercussões da notícia dentro do clube culé. Segundo a RAC 1, o presidente Josep Maria Bartomeu já teria até consultado os maiores jogadores do elenco para saber como a volta de Neymar seria encarada.

A emissora, porém, não disse nada sobre o teor das respostas dos atletas.

A torcida, pelo menos, parece aprovar a situação. Em enquete realizada pelo Mundo Deportivo, 64% dos mais de 16,5 mil votos foram positivos ao brasileiro.

ESPN