Ex-jogador Warley deixa UTI de hospital, mas continua internado

O diretor do Botafogo-PB, Warley Santos, ex-jogador da seleção brasileira de futebol, que foi esfaqueado na noite da última quinta-feira (25) durante um assalto no bairro de Manaíra, deixou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Nossa Senhora das Neves (HNSN) no domingo (28).

Um boletim médico divulgado no final da manhã desta segunda (29) pelo hospital informa que Warley foi transferido para um dos quartos da unidade e já iniciou os trabalhos de fisioterapia para ajudar na recuperação da capacidade respiratória.

O ex-jogador reagiu bem ao novo procedimento, uma pleuroscopia por vídeo, a qual foi submetido no início da tarde do sábado (27).

Warley está internado desde a última sexta (26) no Hospital Nossa Senhora das Neves (HNSN). Durante um assalto, o ex-jogador foi esfaqueado nas costas. Ele estava na rua Umbuzeiro, próximo a um banco, quando dois homens se aproximaram e tentaram tomar o carro da vítima. Um dos bandidos estava armado com uma faca.

O ex-jogador teria se assustado com a abordagem, houve uma confusão com os assaltantes e Warleu acabou sendo atingido por duas facadas nas costas. Os assaltantes fugiram então levando apenas o celular.

Mesmo ferido, Warley conseguiu chegar a casa de um amigo, Cláudio Santos, que mora em Manaíra, e pediu socorro. Ele foi encaminhado pelo amigo para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, onde passou por cirurgia, e depois foi transferido para o Hospital Nossa Senhora das Neves, onde segue internado.