AnimaCentro embala final de semana dos pessoenses com música, teatro e arte circense

Homem que cospe fogo, palhaços irreverentes, um dragão assustador. Essas foram algumas das atrações que encantaram o público infantil em mais uma edição do projeto AnimaCentro, na tarde deste domingo (25),  na Praça da Independência e no Parque da Lagoa. Já no Parque Cultural Casa da Pólvora, o cantor paraibano Beto Brito agitou o público adulto com sua rabeca virtuosa. O evento é realizado pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), através de sua Fundação Cultural (Funjope).

Da companhia Millennium Circus, o Palhaço Nervosinho utilizou todos os seus truques para surpreender a plataia da Praça da Independência, interagindo com pais e crianças. O espetáculo agradou a dona de casa Michelle Ramalho, que se diz “figurinha carimbada” na programação do AnimaCentro.  Ela elogiou a iniciativa e destacou a relação da cultura com o espaço público, num ambiente que proporciona lazer e conforto para as famílias.

“Eu já perdi as contas de quantas vezes eu trouxe meu filho para assistir os espetáculos aqui na Praça da Independência, que é um lugar maravilhoso, que dá gosto vir. A programação está muito boa, sempre com grandes companhias de teatro infantil – já vimos tanta coisa boa”, disse entusiasmada. “São artistas da terra, pessoas com grande talento animando os nossos finais de semana”, comentou.

Quem também destaca a boa qualidade das atrações do projeto AnimaCentro é o professor Roberto Lourenço, que acompanhou a performance do grupo de Teatro Mangai com o espetáculo “O Dragão de Macaparana”, no Parque da Lagoa. “É uma excelente opção trazer os filhos para acompanhar as atrações do AnimaCentro, porque as peças e os artistas envolvidos são muito bons. Quando chega domingo, a criançada em casa já fica pedindo para vir assistir”, afirmou.

Quem fechou a programação desta edição do AnimaCentro foi Beto Brito, com um grande show no Parque Cultural Casa da Pólvora. O público reagiu com entusiasmo a clássicos da obra do cantor, como Zé Limeira e Maria Isabel. As canções bem arranjadas, combinam a sonoridade bastante peculiar de sua rabeca com baixo, bateria e guitarra.

“É um grande artista da Paraíba, que está sendo valorizado com esta iniciativa”, disse o jornalista Leandro Pellizzoni, que assistiu o show acompanhado da namorada. “Um lugar super bacana, agradável, bem cuidado, a Prefeitura de João Pessoa está realmente de parabéns”, completou.

O AnimaCentro é o maior projeto de intervenção cultural já realizado pela gestão municipal, unindo revitalização de espaços públicos e dando sentido à ocupação da área central da Capital, sempre com uma programação gratuita.

Secom-JP