TV Câmara JP irá abrigar projeto piloto para interatividade em televisão

1502824968533-marcosA TV Câmara de João Pessoa vai abrigar um projeto piloto da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), desta vez no uso da interatividade e acessibilidade por meio da TV digital. Foi o que ficou acordado nesta terça-feira (15), durante reunião da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de João Pessoa com professores do Laboratório de Aplicações de Vídeo Digital (Lavid), da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), e representantes do Seja Digital, responsável por fazer a transição do sinal analógico para o digital em todo o país.

A TV Câmara JP irá abrigar os testes dos aplicativos para TV desenvolvidos pela UFPB, através dos kits que serão distribuídos pelo Seja Digital. Esses kits, que serão entregues junto às comunidades carentes de João Pessoa, irão permitir que as famílias que possuem TV analógica possam receber o sinal digital e usufruir os recursos de interatividade que a tecnologia permite.

Os professores Guido Lemos e Raoni Kulesza, do Lavid, junto a Gunnar Bedicks e André Vinicius, respectivamente o diretor técnico do Seja Digital e o responsável pela execução e implantação de projetos de transmissão, se encontraram com o presidente da Câmara de João Pessoa, vereador Marcos Vinícius (PSD), e o 3º Secretário, Eduardo Carneiro (PRTB), para definir como será esse projeto.

O secretário de Comunicação da Câmara, Janildo Silva, a diretora de jornalismo da TV Câmara JP, Mafalda Moura, e o diretor técnico da TV, Jander Falqueto, também participaram do encontro.

De acordo com o presidente Marcos Vinícius, a tecnologia digital chegou para aproximar ainda mais a Câmara a população de João Pessoa e facilitar a comunicação através da acessibilidade. “Queremos a população cada vez mais perto de nós, e esses recursos fantásticos que a TV digital traz irá permitir que a Câmara, de maneira pioneira, posssa implantar, por exemplo, um software de libras, desenvolvido pela própria UFPB através do Lavid”, avaliou.

Para o professor Guido Lemos, a ideia é transformar a cidade de João Pessoa num grande laboratório. “O grande desafio é dar voz à população da cidade”, comentou, para exemplificar: “Poderemos desenvolver aplicativos para quem estiver em casa, acompanhando as sessões ao vivo, algo que a TV Câmara já faz, possa dialogar com os debates, comentando, e expressando opiniões diretamente com os vereadores”.

Primeira TV 100% digital da Paraíba

Esta semana, a TV Câmara de João Pessoa se torna 100% digital, com uma imagem muito melhor e a possibilidade de multiprogramação, que é uma das grandes inovações da TV digital. “Hoje, esse sinal da TV Câmara tem uma robustez muito maior, uma qualidade maior, e oferece para população outras alternativas, inclusive interatividade e acesso a informação que o analógico não permite”, comenta Gunnar Bedicks.

A entrada da TV Câmara no mundo digital é marcada pela estreia de uma nova grade de programação e pelo início início das operações de distribuição dos kits para serem acoplados em TVs analógicas.

O mapeamento das famílias que terão direito a receber o equipamento parte da inscrição junto aos programas sociais do governo federal. Para isso, a Prefeitura de João Pessoa deverá se engajar no projeto. Na Paraíba, o sinal analógico deverá ser completamentamente desligado no dia 30 de maio de 2018.

Aqui no Estado, os primeiros kits serão distribuídos através da Câmara de João Pessoa, dentro do projeto piloto. “Para isso, o Câmara no Seu Bairro será um instrumento muito importante. Afinal, uma vez que estaremos junto à população, será possível cadastrar as famílias que têm interesse no equipamento e, posteriormente, distribuí-los”, afirmou Marcos Vinícius.

Assessoria