42,3% das prefeituras da Paraíba não conseguiram equilibrar as contas, aponta CNM

A Confederação Nacional dos Municípios (CNM) divulgou nesta quinta-feira (15) um estudo sobre o cenário financeiro dos municípios. Na Paraíba, a maioria dos prefeitos informou que não conseguiu fechar 2017 com as contas equilibradas.

Dos 223 municípios, 159 responderam ao questionário e 64 prefeituras não informaram sua situação financeira à CNM.

De acordo com o estudo, 91 (42,3%) prefeituras não conseguiram encerrar o ano de 2017 com as contas equilibradas, enquanto 68 (31,6%) tiveram fôlego financeiro para cumprir suas obrigações.

A pesquisa constatou que os pagamentos de fornecedores, do funcionalismo e o do décimo terceiro foram as áreas mais afetadas com a crise financeira.

Apesar das dificuldades, 117 municípios fecharam o ano passado com o pagamento da folha de pessoal em dia.

Para se adequar a crise, as principais medidas adotadas pelos gestores foram redução no quadro de funcionários, desativação de veículos e de equipamentos, alteração no horário de expediente e redução de salários de prefeitos e vereadores.